Olá, prazer! Criamos esse espaço de compartilhamento, o blog da Braziliando, já há algum tempo, mas eu nunca estive aqui para me apresentar e contar como as viagens sustentáveis entraram na minha vida. Então, vamos lá!

Fui nomeada Ana Luísa, que segundo minha mãe (que pra quem ainda não sabe, é minha sócia na Braziliando), tem dois significados: guerreira cheia de graça e portadora da luz.

A minha vida até aqui, apesar de muito próspera e privilegiada, é também repleta de batalhas, muitas travadas por mim mesma e minha própria mente. Contudo, elas têm sido fonte constante de autoconhecimento, aprendizado e transformação. Sendo assim, em alguns momentos se faz necessário executar o papel de guerreira (como todos os seres, imagino!).

Aprendizados e autoconhecimento

Não tem como falar em autoconhecimento, aprendizado e transformação na minha vida sem falar de viagens. Elas me tiraram muitas vezes do status quo, me possibilitaram imersões na natureza e em realidades distintas da minha.

Desde os intercâmbios, que apresentaram pessoas de países diversos e me mostraram formas diferentes de pensar e enxergar o mundo (e, de quebra, me conectou ao parceiro que me acompanha desde os 19 anos, com quem gerei há pouco um novo serzinho – posso falar um pouco sobre maternidade e trabalho mais pra frente). Até a conexão profunda com a natureza; seja sentindo uma energia inexplicável apreciando a imensidão do Grand Canyon no por do sol ou boiando nas águas quentes do Rio Negro, na AMAzônia.

Sendo assim, sou levada a crer que a jornada que tenho trilhado nesta vida estava escrita nas estrelas (ou melhor, no nome que carrego). Bem como me parece obra do universo o rumo da minha atuação profissional.

Se foi viajando que mudei a trajetória de vida, foi também através das viagens que transformei completamente minha atuação profissional.

Experiências que geraram transformações positivas

Uma grande transformação se deu em uma viagem de férias, na qual decidi ir com minha mãe para a Itália para aprender um novo idioma e vivenciar outra cultura. Parti com a Tê para uma vivência que culminou na criação da Braziliando.

Outra grande transformação na minha atuação se deu em uma viagem (também com a minha mãe) para a Amazônia, que me mostrou a importância das viagens sustentáveis. Essa vivência mexeu com minha mente, alma e coração, e me guiou para onde estou, quem estou e o que faço hoje. Mas isso é assunto para outro dia! Se quiser saber mais sobre a nossa história, confira aqui e para conhecer nossas viagens sustentáveis, confira aqui.

Espero que tenha conhecido um pouquinho de algumas das milhares Ana Luísa que habitam esse corpo em diferentes momentos da história que venho escrevendo na vida. E se quiser saber de algo que não tenha compartilhado aqui, é só pedir na caixinha de perguntas do nosso Instagram.

E agora que já nos conhecemos, pode me chamar de Ana, Aninha, Lu, Ana Lu… Seja muito bem vinda(o) à Braziliando. Sinta-se em casa!

Se você está buscando essa possibilidade de transformação através das viagens, confira e embarque na Amazônia Baré.

Categorias: Sem categoria